Morre o cantor pernambucano Augusto César, aos 61 anos
21/04/2021 16:39 em Música

Diabético, Augusto teve problemas renais agravados após contrair Covid-19 e faleceu depois de várias paradas cardíacas

O cantor pernambucano Augusto César morreu, na noite dessa terça-feira (20), aos 61 anos, no Recife. Ele, que tinha 35 anos de carreira, estava internado no Hospital da Hapvida da Caxangá, na Zona Oeste da capital pernambucana, desde a segunda-feira (19). Diabético, Augusto teve problemas renais agravados após contrair Covid-19 e faleceu depois de várias paradas cardíacas, por volta das 22h15.

De acordo com um dos filhos do cantor, o também músico e empresário dele, Guto César, a diabetes de Augusto estava com os índices alterados e as funções renais foram prejudicadas.

"No laudo de óbito, tem a contaminação de coronavírus. O que deu mais problema foi a diabetes que desencadeou e complicou muito a situação dele", disse Guto César à reportagem, acrescentando que o cantor ainda não havia tomado a vacina contra o coronavírus porque quando a faixa etária foi aberta, ele estava com sintomas da doença, como febre, o que impossibilita a aplicação do imunizante.

Com o quadro dos sintomas do coronavírus, Augusto César foi socorrido inicialmente para o Hospital da Hapvida do Derby, na área central do Recife. Após uma tomografia, ele foi transferido para a ala semi-intensiva.

Por precisar ser intubado, foi encaminhado para uma UTI na unidade da Caxangá. "Tentaram reverter o quadro, mas não conseguiram e ele foi transferido. Tentaram não intubar, mas acabou precisando e depois não demorou tanto tempo", lembrou Guto César.

Na noite de terça, Augusto teve insuficiência respiratória e paradas cardíacas. "Foram quatro paradas cardíacas. O médico falou que nunca viu um negócio desse, geralmente são duas. Era muita vontade de viver", lamentou o filho.

Em conversa com o amigo Vaginaldo Rossi, cover de Reginaldo Rossi no Recife, dois dias antes de ser internado, Augusto César havia falado sobre a situação atual de pandemia.

"Vem esse troço [a pandemia] que a gente não imaginava nunca que isso ia acontecer nas nossas vidas e fica tudo embaçado, a gente não sabe na verdade o que vai acontecer, a incerteza é muito grande", disse Augusto.

O sepultamento do cantor está marcado para o Cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. A cerimônia acontecerá às 17h. Segundo a necrópole, não haverá velório. O cemitério não irá proibir o acesso dos fãs, mas fará controle de acesso e temperatura, assim como orientará o distanciamento. 

Aos fãs que quiserem prestar uma última homenagem, o Morada da Paz disponibilizou um obituário para que possam ser depositadas mensagens, compartilhar uma memória ou acender uma vela. O link para acesso é o https://www.moradadamemoria.com.br/perfil/12138 . Augusto César nasceu em Paulista, em 27 de julho de 1959, e deixa quatro filhos e dois netos.

Entre os seus maiores sucessos, estão as músicas “Escalada”, “Te Desejando Em Silêncio”, “Amor De Verdade” e “Como Posso Te Esquecer?”. Ele também é autor de "Aguenta Coração", mega sucesso na voz de José Augusto.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!