Após cancelamento de torneio na Argentina, Copa América é transferida para o Brasil
31/05/2021 14:42 em Esporte

Um dos fatores cruciais para a decisão do grupo foi a “expertise” do Brasil para organização da última Copa América no ano de 2019. Após o aval do Governo Federal para realização dos jogos em território brasileiro, a organização agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro e à CBF por “abrirem as portas do país para o evento esportivo mais seguro do mundo”

Durante uma reunião emergencial realizada nesta segunda-feira, 31, com membros da Conmebol, foi definido que o Brasil será o novo país-sede dos jogos da Copa América. A decisão foi tomada logo após a Conmebol cancelar a realização do evento na Colômbia e na Argentina.

Um dos fatores cruciais para a decisão do grupo foi a “expertise” do Brasil para organização da última Copa América no ano de 2019. Conforme mostrado pela reportagem do Globo Esporte, também somou à decisão o fato do Brasil contar com melhores estruturas de estádio para realização dos jogos.

Após o aval do Governo Federal para realização dos jogos em território brasileiro, a organização agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro e à CBF por “abrirem as portas do país para o evento esportivo mais seguro do mundo”.

O evento na Argentina foi cancelado após a piora dos casos de Covid-19 no País. Após a decisão, a Conmebol chegou a receber propostas oficiais de outros países que se dispuseram a sediar o evento. Dentre eles o Equador, a Venezuela e o Chile.

O torneio terá início daqui a 11 dias. Apesar da decisão ser tida como a mais segura dentre as opções, o Brasil também se encontra no rol de países com as maiores médias de novas mortes por coronavírus. Segundo dados do “Our World in Data”, o Paraguai é que o que está em situação mais alarmante com uma média de 14,48 óbitos por dia a cada 1 milhão de habitantes.

Na sequência está o Uruguai, em segundo lugar com uma média de 14,06; depois a Argentina, em quarto lugar com 10,72 de média, e, por fim, o Brasil, em oitavo lugar e com uma média de 8,64 óbitos a cada 1 milhão de habitantes nos últimos sete dias.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!